Encurralado

Uma mulher de 57 anos se apresentou com náuseas e dor progressiva no quadrante superior direito há 1 dia. A dor era aguda, tipo cólica e irradiada para o ombro direito.

Seu histórico médico é significativo para doença do refluxo gastroesofágico há 5 anos e dor crônica nas costas há 2 anos, para as quais tomou omeprazol e ibuprofeno, respectivamente. Seu histórico familiar não é digno de nota. Bebe socialmente e não fuma.

ECGs de rotina apresentaram-se normais. Tem hemograma significativo para leucocitose de 13.000/mm³, com 70% de neutrófilos e 26% de linfócitos.

Selecionar Exames Relevantes
Amilase + Lipase

Realizados

Amilase sérica: 80 U/L (23-85)
Lipase sérica: 100 U/L (30-210)
Provas de Função Hepática

Realizados

AST ou TGO: 20 U/l (5-40)
ALT ou TGP: 20 U/l (5-40)
Bilirrubina direta: 0,6 mg/dl (<1.2)
Albumina: 4,2 g/dL (3,5 - 5)
INR: 1,0
Ultrassonografia Abdominal

Realizados

A vesícula biliar encontra-se normal, não há cálculos biliares visualizados e os ductos biliares extra-hepáticos e intra-hepáticos não estão dilatados.
À ultrassonografia, há regiões de gás de tamanhos diferentes sobre o lobo hepático direito e o espaço hepatodiafragmático.
A sua localização não é alterada pela posição do paciente. O fígado e o pâncreas encontram-se normais.
TC de Abdome

Realizados

A TC revela interposição de uma alça do cólon entre o fígado e o hemidiafragma direito. Também se observou espessamento leve das paredes do cólon transverso e do cólon descendente. Não há evidência de obstrução intestinal.

Selecionar Manejo Relevante
Laparotomia Exploradora
Passagem de Sonda Nasogástrica
Enema
Antibióticos IV