Familiar

Um homem caucasiano de 57 anos se apresenta com dor e sangramento proveniente de uma protuberância de crescimento lento em seu lábio superior, que surgiu pela primeira vez há 1 mês.

Sua irmã foi diagnosticada com câncer de cólon aos 30 anos de idade, sua mãe com câncer de útero aos 38 anos de idade e o seu avô paterno com câncer de bexiga (idade desconhecida).

Ele fuma regularmente, com uma carga tabágica de 10 anos-maço. Seu trabalho requer que se exponha à luz do sol por cerca de 5 a 6 horas por dia.

Selecionar Exames Relevantes
Biópsia da Placa

Realizados

Há regiões atípicas de células escamosas na derme, com uma aparência de carcinoma espinocelular.
Imuno-Histoquímica

Realizados

A imuno-histoquímica da placa é positiva, com ausência de marcação das proteínas de reparo de mal-pareamento (MMR) MSH-2 e MSH-6.
Colonoscopia

Realizados

Uma massa é vista na flexura hepática; a biópsia mostra um adenocarcinoma invasivo mal-diferenciado.
Urografia por TC

Realizados

A urografia por TC não mostra anormalidades.

Selecionar Manejo Relevante
Triagem dos Parentes de 1º Grau
Encaminhamento para o Oncologista
Dermabrasão
Crioterapia