A Meio Caminho

Uma mulher de 50 anos de idade na pós-menopausa se apresenta com um nódulo em sua mama esquerda há 2 meses. Não havia dor associada ou aumento rápido recente.

Não há histórico de doença mamária prévia ou uma histórico familiar de neoplasia mamária, intestinal ou ovariana. Ela é nulípara, enquanto sua menarca ocorreu aos 12 anos de idade.

Foi diagnosticada com diabetes tipo 1 aos 20 anos de idade, que agora tem como complicações retinopatia diabética, nefropatia e neuropatia periférica.

Selecionar Exames Relevantes
Mamografia

Realizados

Há tecido glandular denso em ambas as mamas, mais ao lado esquerdo. Nenhum nódulo discreto é visto; não há microcalcificações; distorção de arquitetura ausente.
Ecografia Mamária

Realizados

Há uma lesão mal-definida, irregular, de ecogenicidade heterogênea no quadrante medial inferior da mama esquerda; sombra acústica posterior está presente. A mama direita aparenta ser normal.
Biópsia de aspiração por agulha fina

Realizados

Resistência firme sentida durante a biópsia; as amostras obtidas são inadequadas. Apenas poucas células ductais sem atipia são observadas.
Biópsia de mama com agulha grossa guiada por ultrassonografia

Realizados

Há um fibroma denso e fibroso consistindo em feixes espessos de colágeno com características queloide-símiles. Lobulite linfocítica e infiltração linfocítica perivascular sem evidência de malignidade são vistas.

Selecionar Manejo Relevante
Aconselhamento
Mastectomia
Tamoxifeno
Radioterapia