Tosse, tosse

Uma senhora de 37 anos apresentou dispneia leve e uma tosse intermitente não produtiva há 3 meses. Não havia histórico de sibilância, de agravamento noturno da tosse, de ortopneia ou de dispneia paroxística noturna.

Embora não haja histórico de febre ou de perda de peso, a paciente queixa-se estar sentindo-se letárgica desde o início dos sintomas. Também notou uma erupção eritematosa dolorosa transitória na porção tibial anterior de ambas as pernas nos últimos seis meses.

Seus históricos clínico e cirúrgico não são dignos de nota. Não é fumante nem tem histórico familiar de doença pulmonar.

Selecionar Exames Relevantes
Hemograma

Realizados

Leucócitos: 5.000/mm³ (4.600-11.000)
N: 68% L: 25%
Hb: 10,2 g/dL (11-18)
Plaquetas: 300.000/mm³ (150.000-400.000)
Esfregaço sanguíneo: anemia normocítica normocrômica
Radiografia de Tórax

Realizados

A radiografia torácica revela linfadenopatia hilar bilateral com opacidades reticulonodulares.
Níveis Séricos da ECA

Realizados

Níveis séricos da enzima conversora de angiotensina (ECA): 202 U/I (normal: 9-67)
Biópsia Transbrônquica

Realizados

A biópsia revela granulomas múltiplos constituídos por células epitelioides associados às células gigantes tipo Langhans no centro e a uma borda escassa de linfócitos.
Não há evidência de necrose caseosa. A coloração para BAAR (Bacilos Álcool-Ácido Resistentes) e a pesquisa de fungos são negativas.

Selecionar Manejo Relevante
Antibióticos
Corticosteroides
Metotrexato
Beta-agonistas