Inoculado

Um homem de 25 anos de idade se apresenta com uma úlcera indolor em seu polegar esquerdo há 6 semanas. Ela iniciou como uma pequena pápula que cresceu progressivamente e depois ulcerou. Não há sangramento ou corrimento.

Fora isso, ele é hígido e nega lesões prévias na mesma mão. Seus históricos clínico, cirúrgico e familiar não são dignos de nota e ele não faz uso de qualquer medicamento, mesmo suplementos que não requerem prescrição. Não há histórico de uso de drogas ilícitas.

Ele trabalha como jardineiro, bebe apenas socialmente e não fuma. Um questionamento minucioso revela que ele viajou ao Brasil por um período de 2 semanas de férias há cerca de 3 meses, embora negue quaisquer picaduras por insetos.

Um hemograma mostra-se dentro dos parâmetros da normalidade.

Selecionar Exames Relevantes
Exame do raspado da lesão para leishmania

Realizados

Os raspados de pele são negativos para amastigotas de Leishmania.
Biópsia de pele

Realizados

A biópsia de pele revela uma ulceração central da epiderme com hiperqueratose nas bordas, assim como hiperplasia epidermal leve. Há também infiltrados celulares granulomatosos mistos.

As culturas subsequentes do material da biópsia revelam a presença de Sporothrix schenckii.
Avaliação autoimune

Realizados

A avaliação autoimune é negativa.
Radiografia de tórax

Realizados

A radiografia de tórax parece estar normal.

Selecionar Manejo Relevante
Itraconazol
Anfotericina B
Corticoides
Antimoniato de meglumina