Quebrado 2

Uma mulher de 45 anos se apresenta com dor nas costas de início súbito há três dias, a qual tem piorado desde então. A dor não piora com a movimentação e não há histórico de trauma ou levantamento de grande peso.

Ela foi diagnosticada com asma moderada persistente há cerca de 10 anos, para a qual foi prescrita salmoterol e fluticasona inalatórios. No entanto, ela tem pobre aderência ao tratamento, com exacerbações frequentes, as quais são tratadas com prednisona oral.

A paciente é fisicamente ativa, não é tabagista e nem consome álcool. Seus ciclos menstruais são regulares. Seu histórico familiar não tem nada digno de nota.

Uma radiografia da coluna revela fratura por compressão da segunda vértebra lombar e aparência osteopênica em toda a coluna. O hemograma, perfil hepático, função renal, HbA1c, VHS e PCR estão normais.

Selecionar Exames Relevantes
Densitometria óssea por DEXA

Realizados

A densitometria óssea da coluna lombar e do colo femoral se encontram nos Z-score -2,9 e -2,1 respectivivamente.
Nível de 25-OH vitamina D

Realizados

Nível de 25-OH vitamina D: 38 ng/mL (20-50)
Cálcio + Fósforo séricos

Realizados

Ca++: 9,1 mg/dL (8,5-10,2)
PO4--: 3,0 mg/dL (2,5-4,5)
Biópisia de crista ilíaca

Realizados

Você percebe que não há indicação de biópsia para essa paciente.

Selecionar Manejo Relevante
Vertebroplastia urgente
Bisfosfonados
AINEs
Denosumab