Apertando

Uma mulher de 28 anos de idade se apresenta com dispneia progressiva aos esforços há um mês, a qual agora se apresenta até mesmo no repouso. Ela nega ortopneia, dispneia paroxística noturna ou dor torácica. Ela também refere uma febre baixa intermitente e uma tosse não produtiva no ano anterior.

Seu histórico clínico, fora isso, é normal, e um hemograma completo também se mostra sem alterações. Seu VHS é de 110mm durante a primeira hora.

Selecionar Exames Relevantes
ECG

Realizados

O ECG mostra complexos QRS de baixa voltagem.
Radiografia de tórax

Realizados

O pulmão direito apresenta uma opacidade apical. A silhueta cardíaca parece normal.
Ecocardiografia

Realizados

O enchimento diastólico dos ventrículos esquerdo e direito é restrito, embora o enchimento diastólico inicial rápido seja identificado. Percebe-se um movimento paradoxal do septo durante a fase inicial da diástole. Não há derrame pericárdico. A função sistólica é normal, com uma fração de ejeção de 70%.
Baciloscopia do escarro

Realizados

Três amostras matinais de escarro foram colhidas após nebulização com solução salina. A terceira amostra foi positiva para bacilo álcool-ácido resistente.

Selecionar Manejo Relevante
Periocardiocentese
Corticoides
Trombólise
Pericardiectomia