Esperado

Uma moça de 30 anos de idade com diagnóstico prévio de estenose aórtica severa se apresenta com 38 semanas de gestação da sua primeira gravidez queixando-se de dispnéia leve persistente.

Ela não tinha sintomas cardíacos no momento da concepção, mas passou a sentir dispnéia leve intermitente a partir do 2º trimestre em diante. Fora isto, ela estava normal quando avaliada na 36ª semana.

Selecionar Exames Relevantes
Ecocardiograma

Realizados

A área da valva aórtica é de 0,7cm² , com um gradiente transvalvar de 60 mmHg. Hipertrofia ventricular esquerda é percebida, com uma espessura de parede posterior de 10 mm. Uma leve disfunção diastólica está presente. A fração de ejeção é de 65%.
Cardiotocografia

Realizados

O ritmo cardíaco basal é de 150 bpm, com variação normal. Duas acelerações são vistas; não há desacelerações.
Hemograma completo

Realizados

Leucograma: 8.000/mm³ (4.600-11.000)
Hemoglobina: 15,0 g/dL (11-18)
Plaquetas: 380.000/mm³ (150.000-400.000)
Radiografia de tórax

Realizados

O raio-X de tórax está completamente normal.

Selecionar Manejo Relevante
Cirurgia cesariana
Diuréticos
Valvotomia por balão
Profilaxia para endocardite